Micro objectos

A miniaturização das coisas incorporadas nos mais diversos ramos da indústria, de aplicações médicas e domésticas tem vindo a ser uma realidade nos últimos anos. A evolução constante de técnicas de nano manipulação e da criação de novas aplicações e sistemas complexas e eficazes tem se vindo a massificar destes mini, micro e nano dependo da capacidade da reprodução dos seus componentes.
Quanto às produções de micro – componentes pode se ser classificado em dois grandes grupos, a micro – injecção e a micro – gravação.


A micro – injecção é similar ao da injecção por moldes convencional, podendo ver o tipo de máquinas que realizam esse tipo de trabalhos como a que é indicada na hiperligação, que tanto pode ser doseada com pós cerâmicos e metálicos, para a produção do produto.
Para este tipo processo de injecção, são seleccionados polímeros com viscosidades baixas para melhorar o desempenho do processo, com um grande controlo da temperatura de fusão do polímero.
Quanto à micro – gravação, é se realizada através de um processo de matriz como indicado na figura abaixo.
Sendo por este processo de estampagem, as matrizes geometricamente menos complexas e menos dispendiosas do que os moldes por injecção, no entanto a complexidade das formas também é simples. Mas este processo de produção permite produzir mais peças. Podendo ver alguns sistemas que permitem produzir este tipo de moldes na seguinte hiperligação. Este processo de produção permite criar facilmente canais que são utilizados nos cartuchos de impressão para impressoras de jacto de tinta que controlam a quantidade ideal de tinta a transportar para a cabeça de impressão.
Para este tipo de gravações a quente pode se ser aplicado no termoplástico os seguintes processos: ultra-sons, radiação infravermelha, ar quente. Podendo estes processo ser se directos ou indirectos.
Para os processos directos pode-se utilizar-se: processos litográficos, híbrido (aditivo e subtractivo).
Para os indirectos: Processos não – litográficos, processos aditivos.
Para a produção de um rotor como o da imagem acima pode se utilizar vários processos como seja foto – litográficos e as dos processos de maquinação de ultra-precisão, permitindo a obtenção de componentes 3D.
Forma processo de manufactura do rotor.
Enviar um comentário