Produtividade através da digitalização

A actualização dos equipamentos de metrologia sem contacto com os objectos a medir, nesse caso podasse  se ser utilizado o digitalizador de mão (portátil) sem o contacto directo nos objectos a medir sendo através da medição obtidos registos gráficos CAD em  3D, aumentando radicalmente a produtividade do controle dos objectos. O digitalizador 3D permite aos engenheiros da metrologia uma completa e detalhada digitalização geométrica de viatura pequena ou partes, assim permitindo que possam realizar o controlo dessas peças em tempos reduzidos. Podendo estes digitalizadores portáteis serem deslocados para qualquer local, tendo depois que configurar o scanner e medir peças no próprio local. A interacção entre local, digitalizador e o software depende da velocidades de transferência até a digitalização e o seu armazenamento para pós-processamento e de análise.

Podendo assim depois usar os dados obtidos para validar os cálculos numéricos, em última instância contribuindo para menos protótipos mecânicos.
Sendo este um único sistema e podendo ser usado para diversas funções na áreas e locais de uma determinada empresa.
A PSA-Peugeot Citroën como uma grande empresa na indústria automóvel da Europa tem história os processos de digitalização, desde de 2001.

Desde então, a PSA adquiriu uma experiência significativa na aplicação de laser-scanning para digitalizar a geometria das peças do veículo do corpo do protótipo ou no início veículos de produção. Sendo a precisão dimensional de primordial importância na montagem do veículo, durante a montagem de uma tampa da mala, por exemplo digitalizar, a geometria da porta bagagens enquanto, que a forma é transferida para um modelo CAD, com milhões de pontos de superfície, que depois realiza uma filtragem dessa nuvem de pontos para eliminar os pontos em excesso, isto para fornecer um feedback instantâneo sobre a velocidade de varredura, cobertura e estado do progresso. Tendo que haver assim uma grande integração entre o homem e máquina assim como o sistema de CAD a utilizar, para reduzir os esforços pós processamento.
Este tipo de práticas de sistemas portáteis, oferecem uma maior flexibilidade e economizam a logística, reduzindo o transporte das peças e do produto conjunto.
Para digitalizar determinadas peças, a quantidade de luz pode variar e diferenciar de superfície para superfície, seja havendo dificuldades nas condições de iluminação o que pode comprometer os dados adquiridos.
Para além de controlar a qualidade geométrica do corpo do veículo ou partes para verificar os cálculos numéricos, para actua simulação virtual, de componentes estruturais como por exemplo o corpo do caixilho, das portas, dos pára-brisas e outras peças. Este toque com a realidade aumenta a precisão da simulação e ajuda a reduzir o número protótipos e os seus longos ciclos de verificação, havendo assim um aumento significativo na produtividade no desenvolvimento dos produtos.
Enviar um comentário