Impressoras 3D a baixo-custo

Impressão 3D é de nenhuma maneira uma nova tecnologia, sua aplicação na indústria é vasta e variada. Mas será que haverá uma noção em como este movimento esta a evoluir a partir da oficina fabrica ou a partir da casa das pessoas.
Se você acreditar no que foi escrito na imprensa estamos no meio de uma revolução da impressão 3D, e não é só nas revistas especializadas e publicações de produtos tecnológico e de prototipagem rápida, assim como os artigos recentes que têm aparecido em jornais muito mais conhecidos.
O que eu não consigo colocar minha cabeça em torno de que é esta noção de ter uma impressão 3D em casa, será mesmo realmente ser capaz de projectar e imprimir meus próprios produtos a partir de uma impressora 3D caseira? O que vou imprimir... Parafusos, canecas, pratos, talvez uma mala nova?
Eu também tenho a questionar se é viável e mais importante é que as pessoas realmente precisam e querem isso? Em resposta estas questões e com alguma reflexão.
Não passa nem uma semana por semana quando não se vê uma nova aplicação de impressão 3D. Ainda esta semana li que uma equipe de investigação do Instituto Fraunhofer, na Alemanha fez os vasos sanguíneos artificiais utilizando uma impressora 3D, também uma empresa que imprime chocolate, uma outra que imprime membros para próteses artificiais como a Bespoke Innovations, assim como na industrial do vestuário e acessórios.
Impressão 3D naturalmente não é uma tecnologia nova pelo que estas têm tido uma grande mudança nos últimos 20 anos. Inicialmente utilizado pelos fabricantes e desenhadores para construir protótipos e agora mais recentemente tem sido usado por essas indústrias como mercados aeroespacial, automotivo e médicos para criar componentes feitos sob medida e peças que podem ser impressas em uma só vez. O que é realmente interessante é quando as pessoas diziam que as impressoras a tinta de jacto pessoal apenas existiam em gabinetes ou em escritórios e sendo apenas utilizada por desenhadores e engenheiros, mas o que acontece hoje é o preço destas foi tão reduzido que se consegue localizar este tipo de impressoras que existe em cada para o uso de toda a família.
A questão é se haver uma impressora 3D em todas as casas é realmente viável? E certamente quase toda gente terá de aprender ou precisa de saber como modelar em CAD 3D, havendo para isso várias soluções, sendo que a primeiro se os sistemas ou aplicações de CAD vão ficar simplificas para que todos possam utilizar programas de modelação? Assim como que tipo de materiais haverá e que tipo de cores desses materiais poderão ser se impressos, seja por dentro do objecto uma cor e por fora outra cor.
E é claro que existem todas as questões de propriedade intelectual, se uma pessoa está copiar desenhos de outra pessoa ou criar os seus próprios, além disso o que acontece com as preocupações de segurança ter uma máquina como essa em sua casa?
Existem algumas pequenas empresas e indivíduos que foram pensando e ajudaram a comunidade a imaginar que pode ser feito com este tipo de tecnologia, um caso bastante interessante que eu encontrei no universo das impressoras 3D pessoais é Origo - um conceito confiável e fácil de usar uma impressora 3D.
Esta impressora de secretária é pensada para crianças a partir dos dez anos de idade, tendo sido também sido criado uma aplicação para esta impressora que chama 3Dtin, e esta aplicação on-line elimina as restrições da modelação 3D e do desenho de um sistema CAD, então o que uma criança rabiscar pode ser produzido num objecto real mesmo à frente dos seus olhos por exemplo numa sala de estar.
Existindo outras impressoras 3D de secretária já disponíveis como as da Makerbot Industries a Thing-O-Matic, sendo esta um pouco mais dispendiosa, mas com uma maior modularidade dos seus componentes e das peças individuais desta impressora 3D.
Outras formas de impressão 3D podem se ver na indústria do vestuário, podendo desenhar a roupa sem qualquer tipo de costuras, e adaptar ao gosto individual e corporal de cada indivíduo.
Embora muitos continuam cépticos e questionam se existe realmente uma necessidade para ter uma impressora 3D, mas esta para se ver a revolução que estas máquinas terão nos próximos vinte anos, se virmos se há vinte anos atrás existiam pessoas cépticas a dizer que não era necessário um computador pessoal em cada casa.
Enviar um comentário