Desenhos técnicos através da visão

Se acha que para realizar algumas “Coisas”, através de um rato, ou ecrã táctil, ou mesmo através de linhas de comandos restringe sua criatividade ao fazer um desenho CAD, a solução pode estar mais próxima do que parece.
Investigadores têm estado a desenvolver um sistema gratuito que permite aos desenhadores de os desenhos técnicos sejam realizados através dos olhos.
Os desenhos técnicos realizados através de sistemas de CAD vieram facilitar os processos de desenhar dos desenhos técnicos, aumentando a produtividade assim como melhorar a qualidade dos desenhos técnicos realizados. Isto claro não esquecendo as limitações desses mesmos sistemas de CAD, que são impostas aos desenhadores e assim limitando de alguma forma a liberdade de trabalhar de uma forma produtiva, e em que área seja o centro de actuação é a criatividade o que um profissional menos quer é uma limitação à sua criatividade por mais subtil que seja. Assim uma tecnologia de desenho que seja feita através do rastreamento dos olhos quebra algumas das rígidas diferenciações de limitações entre a pessoa e a máquina que serve de interface à criatividade.
O sistema de rastreamento dos olhos identifica a parte do esboço em que o utilizador está a concentrar-se tornando a interface homem-máquina mais fluida. O resultado é uma sinergia entre a ingenuidade humana e a tecnologia digital das máquinas. Entusiasmos à parte é facto que a criatividade sempre foi um elemento fundamental para no processo do desenho, e com esta nova interface pode-se representar um avanço real justamente na liberação da criatividade, isto para se criar sistemas de desenho digital que sejam eles próprios desenhados em resposta às necessidades dos projectos reais. Isto pode-se ver como um melhoramento do tablet’s.
Neste tipo de projecto em que se desenha-se com visão, os investigadores têm-se concentrado no fase inicial do processo de desenho que envolve desenhar, visualizar, seleccionar e manipular formas.
A maioria dos desenhadores que trabalham com formas tendem a começar intuitivamente altera-las em determinadas áreas dos esboços usando-as como ponto de partida, no entanto este elemento de selecção subconsciente é difícil de replicar com os sistemas de CAD, porque o pacote de software comerciais não são capazes de visualizar aquilo no que o desenhador está a prestar atenção.
Para inverter este tipo de situações, os investigadores como o Dr.Steve Garner da Open University adicionaram uma tecnologia de rastreamento ocular a um sistema CAD dando à tecnologia digital uma maior fluidez na interface homem-máquina, como se vê no vídio acima.
O resultado é um sistema de desenho que pode identificar e seleccionar formas automaticamente dentro de um esboço, de acordo com o olhar do desenhador e sem perder nenhuma das ferramentas tradicionais de um sistema de CAD.
A primeira versão do sistema está sendo disponibilizada gratuitamente no página do projecto no endereço http://design.open.ac.uk/DV.
Enviar um comentário