Prototipagem 3D caseira(parte4)

Continuação – https://rishivadher.blogspot.pt/2016/08/prototipagem-3d-caseiraparte3.html
4. Impressão 3D é perturbadora dos modelos de negócios
A capacidade de empresa capaz de criar e capturar valor é definido por seu modelo de negócios. Conforme observado os modelos de negócios são muitas vezes difíceis de definir, uma vez que podem servir ao mesmo tempo como maquetes, modelos e modelos ideais. Da mesma forma a construção dum modelo de negócio muitas vezes resulta tanto de uma taxonomia duma tipologia.
Embora existam diferenças entre os estudiosos sobre o que constitui dum modelo de negócio, existe um amplo consenso em torno de quatro componentes críticos: proposta de valor, criação de valor, captação de valor, e valor de entrega. Um quinto componente comunicação do valor, também é muitas vezes considerado como um especto crítico dum modelo de negócio. Estes componentes assim como os respetivos subcomponentes identificados na literatura são sintetizados na IMAGEM01.
IMAGEM01IMAGEM01
Como observado o termo “Valor de Criação” é muitas vezes utilizado incorretamente no lugar de “Valor de captura”. Enquanto os dois podem ocasionalmente coincidir este não é sempre o caso e as empresas podem muito bem acabar por capturar mais valor ou menos do que o que realmente criado, a criação de valor requer o aumento no valor percebido pelos consumidores de consumir um determinado produto. Uma vez que isso aconteceu a disposição dos consumidores para pagar normalmente aumenta. No entanto isso não significa necessariamente que a empresa que originalmente cria o valor é capaz de aumentar os seus preços para capturá-lo. Consequentemente o valor capturado pode ser considerado como o objetivo principal de qualquer empresa.
Como uma tecnologia a impressão 3D sem dúvida leva à criação de valor significativo, a questão é, no entanto, de como os modelos de negócios terão que evoluir de modo a permitir a captura de valor o que é fundamental para obter uma vantagem competitiva.
Conforme observado o papel dos modelos de negócios ao permitir que uma nova tecnologia crie uma vantagem competitiva tem sido muitas vezes subestimada na literatura. Assim a fim de compreender a interação entre a impressão 3D e modelos de negócio as mudanças de impressão 3D traz a cada componente de negócios que serão analisados nesta seção. Em particular o efeito de cada um dos quatro estágios distintos de adoção de impressão 3D no processo de fabricação identificados na seção anterior prototipagem rápida, ferramentas rápidas, fabricação direta e fabricação de caseira serão considerados. Uma vez que tecnologias de impressão 3D não deverão ter um impacto significativo sobre a comunicação de valor por exemplo não permitem que novos canais de comunicação a seção seguinte incidirão sobre os outros quatro componentes.
4.1. Prototipagem rápida
Enquanto sendo novidade na época a introdução de prototipagem rápida, só tinha um efeito marginal sobre as empresas de modo planeado e realizado e as suas atividades comerciais. Na verdade, o principal objetivo dum protótipo é identificar falhas de projeto, em particular os problemas de compatibilidade ou de utilização. Com a introdução de prototipagem rápida tornou-se possível reduzir significativamente o processo de construção de um protótipo de semanas às vezes meses para uma questão de dias ou mesmo horas. Acelerado esta fase de produção tem-se, portanto, a realização da componente e da proposta de valor, uma vez que permitiu lançar novos produtos mais rapidamente assim oferecer rapidamente os produtos. A velocidade maior da prototipagem também afetou marginalmente a oferta de serviços, uma vez que permitiu a criação de novos serviços com a prioridade ao lado de serviços de prototipagem tradicionais.
Considerando-se os subcomponentes da criação de valor e entrega de valor que são bastante claros que a prototipagem rápida teve pouco impacto e se em tudo e qualquer um deles. O efeito sobre a captura de valor é mais ambíguo como em alguns dos casos da prototipagem rápida poderia ter mudado a estrutura de custos. Tendo em conta o tempo que leva para construir manualmente um protótipo e a impressão 3D na sua fase inicial pode ser levado a alguma redução de custos. No entanto o problema na época era que as impressoras 3D foram muito caras e raras o que fez com que a prototipagem rápida só fosse acessível a grandes empresas, como as empresas mais pequenas especialmente aquelas localizadas em áreas rurais eram muito menos propensas a ser capaz de ter acesso tanto financeiramente e geograficamente dos serviços de prototipagem rápida.
Assim inicialmente a introdução de prototipagem rápida não teve um impacto significativo sobre os componentes do modelo de negócios e não resultou em qualquer alteração significativa na forma como as empresas fazem negócios. Para ambas as grandes empresas e as pequenas empresas que era um negocio comum como por exemplo a prototipagem rápida simplesmente acelerou os processos existentes e para o último, porque a tecnologia era simplesmente demasiado cara para eles. Como observado na industria aeroespacial e automóvel tem sido a primeira a utilizar a impressão 3D para realizar prototipagem rápida mas o alto custo da utilização desta tecnologia manteve a prática de ir generalizar-se na população PME’s até o final dos anos dos anos 2000.
A situação começou a mudar em 2007 quando as plataformas online, como Ponoko e Shapeways, começaram a oferecer impressões 3D a um custo muito mais baixo e removeu a necessidade de possuir uma impressora 3D para construir protótipos rápidos. Isso deu acesso a prototipagem rápida para qualquer uma das empresas, desenhadores ou mesmo empreendedores individuais. Esta tendência de democratização foi ainda mais acelerada pelo preço cada vez menor de impressoras 3D isto é particularmente o caso para impressoras que podem hoje ser comprado por menos de mil euros.
Trazendo prototipagem rápida para à grande maioria provavelmente terá um grande efeito sobre a criatividade, a inovação e a concorrência pelo permite que os candidatos a empresários para testarem as suas ideias. No que diz respeito aos modelos de visita, no entanto é importante observar que isso não implicam outras perturbações em componentes, mas em vez disso que as alterações identificadas acima principalmente relacionadas com a proposta de valor que irá aplicar a uma escala maior. No entanto em alguns casos o acesso barato à prototipagem pode permitir que as empresas adquiram competências essenciais que eles não tinham anteriormente como por exemplo, uma loja de acessórios de smartphones pode decidir se envolver no projeto caso do smartphone ou personalização. Estes serviços de prototipagem rápida, também podem ser considerados como ativos complementares adicionais. Então potencialmente a prototipagem rápida pode também levar a mais criação de valor. Porque prototipagem rápida tornou-se acessível, também pode-se argumentar que isso muda a estrutura de custos e, portanto, a captura de valor. No entanto, deve notar-se que os custos de prototipagem são geralmente pequenos ou mesmo negligenciável em comparação com o custo total de produção.
Continuação – https://rishivadher.blogspot.pt/2016/09/prototipagem-3d-caseiraparte5.html
Enviar um comentário